domingo, 21 de junho de 2009

A Roda do Ano




A roda do ano é explicada com uma história mitológica, do Deus de chifres e a Deusa , ela se mantém sempre viva e ele nasce e morre ao longo do ciclo, ele é filho e consorte da Deusa.


Em Yule, o Deus nasce do ventre da Deusa, no equinócio de inverno, em seguida vem Imbolc, que é o período de recuperação do parto e amamentação de criança da luz, vem então Ostara que é o crescimento do Deus, época que ele é uma criança , em Beltane o Deus já é um homem, é quando ocorre o casamento do Deus e da Deusa, e em Lithá no Solstício de Verão, ocorre o ápice das energias que foram movimentadas em Beltane, é o dia mais longo do ano; em seguida vem Lughnasadh, é tempo da primeira colheita, o Deus começa então a perder a sua força e a envelhecer, em Mabom , no equinócio de outono, ocorre a última colheita, época em que o Deus é um ancião, e finalmente, Samahain, é quando ocorre a morte e reencarnação do Deus, época em que o deus morre para depois renascer em Yule , é o ano novo Celta.

Yule: Sul:21 de Junho
Norte: 21 de Desembro

Imbolc: Sul: 30 de Julho
Norte: 02 de Fevereiro

Ostara: Sul: 22 de Setembro
Nore: 21 de Março

Beltane: Sul: 31 de Outubro
Norte: 1 de Maio

Lithá: Sul: 29 de Janeiro
Norte: 21 de Junho

Lughnasadh: Sul: 1 de Fevereiro
Norte: 1 de Agosto

Mabom: Sul:20 de Março
Norte: 21 de Setembro

Samahain: Sul: 30 de Abril
Norte:31 de Outubro


Uma vez me perguntaram para que servem esses festejos, e após pensar eu disse, para nada, é só pra se divertir!!!!E veio então um sorriso por parte da pessoa , provavelmente estava esperando algo mais complexo e que ele pudesse discutir, mas a verdade é que nós festejamos pois sentimos vontade de estarmos em movimento junto com a natureza, é por prazer e não por obrigação!

Pra mim quando fazemos rituais ou oferendas estamos tirando um tempo só pra nós, para nos agradar, nos amar , nos paparicar, ...já que todos somos parte da Deusa e do Deus, estamos fazendo para nós mesmas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário